7 maneiras de evitar o infarto e manter a saúde do coração

7 maneiras de evitar o infarto e manter a saúde do coração

O coração é um órgão que necessita ser irrigado por sangue para manter a saúde dos tecidos. Quando o fluxo sanguíneo, em uma determinada área do coração, passa a ser insuficiente e sem oxigenação e nutrientes, o músculo cardíaco entra em processo de necrose.

Essa condição é causada pelo entupimento de uma artéria coronária, que impede que o sangue flua de forma adequada, devido à formação de um coágulo decorrente de placas de gordura no interior das artérias, que causarão o infarto.

Existem algumas formas de prevenir esta situação. Continue acompanhando este artigo para entender melhor.

 

Prevenindo o infarto: cuidados simples

Para prevenir o infarto é necessário, primeiramente, entender todas as suas causas. Por exemplo, a doença pode surgir por questões genéticas, que infelizmente não podem ser alteradas, ou por questões comportamentais e o estilo de vida, que permitem alterações. Desta forma, o indivíduo pode seguir algumas orientações simples, como:

1 – Consultar o médico regularmente

Não é apenas quem já possui um histórico familiar de doenças cardiovasculares que precisa buscar orientação médica. Exames de rotina são sempre importantes, pois podem avaliar os níveis de açúcar e colesterol do organismo, além de detectar outros problemas.

2 – Manter uma dieta equilibrada e saudável

É muito importante que a alimentação seja repleta de frutas, verduras, carboidratos e legumes, afinal, isso ajudará a equilibrar o nível de colesterol. Além disso, uma dieta balanceada pode auxiliar no bom funcionamento do organismo, com mais proteínas e nutrientes.

3 – Evitar o tabagismo

As substâncias que compõem o cigarro são capazes de destruir a camada de proteção das artérias (endotélio), o que as deixa mais propensas ao contato com a gordura do organismo, que se aloja em locais inadequados.

4 – Realizar exercícios físicos com frequência

Praticar atividades físicas pelo menos 30 minutos por dia fará muito bem para a sua saúde, uma vez que os exercícios ajudam a ganhar resistência e fortalecer os músculos, principalmente o coração (que também é um músculo), além de queimar gordura e aumentar os níveis de hormônios, que estimulam a sensação de tranquilidade e felicidade.

5 – Controlar o estresse

O estresse está associado à noradrenalina, que favorece a coagulação e contração dos vasos sanguíneos, o que pode deixá-los sensíveis e propensos a um rompimento. Além disso, também aumenta a pressão arterial, e faz crescer as chances de infarto.

6 – Estar atento à faixa etária

O infarto pode ocorrer em pessoas mais jovens, entre 18 a 40 anos de idade. Porém, ainda são os idosos os mais propensos ao problema, que pertencem ao grupo de risco. Geralmente, eles já desenvolvem a diabetes ou a hipertensão ao longo da vida, o que pode dificultar o tratamento, e consequentemente, ocasionar um ataque cardíaco.

Veja também: Diferentes sintomas do infarto em homens e mulheres.

7 – Realizar atividades prazerosas

Pessoas aceleradas e que focam demais no trabalho, tendem a ser mais estressadas e podem apresentar problemas cardíacos. Por isso, o ideal é sair, se divertir, porque as atividades prazerosas liberam endorfina e podem equilibrar o organismo.

 

dr-augusto-scalabrini-assinatura crmdr-augusto-scalabrini-line assinatura

Dr. Augusto Scalabrini – CRM 31.732

Médico cardiologista formado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, e coordenador do Laboratório de Habilidades e Simulação da Faculdade Ciências Médicas de Minas Gerais.

dr-augusto-scalabrini-line assinatura

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entre em contato conosco

Entre em contato conosco

WhatsApp Agende sua Consulta