Pressão Alta

Pressão Alta

O que é Pressão Alta?

O sangue que flui em nosso corpo exerce uma determinada pressão nas paredes das artérias. Essa pressão é medida em milímetros de mercúrio (mmHg), sendo considerada como normal até 130/85 mmHg. Esse valor pode ser menor em função das características de cada pessoa.

Porém, quando a pressão está acima desse valor ela é considerada como alta, o que significa que o sangue está fazendo mais força contra as paredes das artérias. Isso porque elas estão oferecendo resistência para que o fluxo sanguíneo corra livremente.

Esse problema é chamado de hipertensão, popularmente conhecido como pressão alta. Trata-se de uma condição que exige cuidado e tratamento, porque aumenta o risco de o indivíduo sofrer um acidente vascular cerebral (AVC), infarto ou insuficiência renal.

A classificação para quadros de pessoas pré-hipertensas e hipertensas é:

  • Pré-hipertensão: 120-139 / 80-89
  • Estágio 1 da hipertensão: 140-159 / 90-99
  • Estágio 2 da hipertensão: 160 e acima / 100 e acima

Quem já se enquadra como pré-hipertenso precisa de atenção e tratamento médico a fim de evitar que o quadro se agrave e traga consigo outras complicações.

Causas da Pressão Alta

A pressão arterial pode ficar alta em função de diversos fatores, porém, ela acontece especialmente porque as artérias e vasos sanguíneos se contraem e dificultam a passagem do sangue. Essa condição pode se manifestar em função de doenças, condições orgânicas, hábitos, e outros.

Os principais fatores que podem desencadear a pressão alta num indivíduo são:

Cada um dessas causas desencadeia reações ou promove orgânicas que dificultam a circulação sanguínea e aumentam a pressão dentro das artérias.

Sintomas da Pressão Alta

A pressão alta é uma doença perigosa porque no começo ela é silenciosa. Uma pessoa pode estar com a pressão arterial elevada sem saber de sua condição, e somente depois que o quadro se agravar dar-se conta do problema que está enfrentando.

Porém, mesmo quando a leitura da pressão está muito alta, há pacientes que não manifestam sintomas, o que aumenta a necessidade de manter o acompanhamento médico e uma rotina e dieta saudáveis para evitar o problema.

De toda forma, a hipertensão provoca manifestações características, sendo elas:

  • visão embaçada;
  • dor na nuca;
  • dor de cabeça;
  • tonturas;
  • cansaço;
  • sangramento nasal;
  • dor no peito;
  • confusão;
  • zumbido no ouvido;
  • arritmia cardíaca;
  • náuseas e vômitos em casos mais graves.

É preciso estar atento para essas manifestações e sua frequência, porém, não se deve procurar um médico apenas ao sentir-se mal. O ideal é fazer checkups para acompanhar o quadro clínico e identificar possíveis problemas ainda no começo.

Incidência da Pressão Alta

A hipertensão é uma doença bastante comum e que pode atingir pessoas de todas as idades. Ela não é exclusiva da idade adulta, sendo que crianças também podem apresentar esse quadro e precisam de tratamento para fazer o seu controle.

Pressão Alta - Clínica Augusto ScalabriniDe acordo com a Sociedade Brasileira de Hipertensão (SBH), 1 em cada 3 brasileiros sofre com pressão alta, sendo que esse quadro é mais comum em mulheres, atingindo 25,5% dessa população contra 20,7% da masculina.

Entre crianças e adolescentes a ocorrência é de 3% dessa população, para a faixa etária entre os 18 e 24 é de 8%, e o número cresce para 50% entre aqueles com idade acima de 55 anos. Vale lembrar que 45% dos ataques cardíacos são decorrentes da hipertensão, sendo que 51% dos AVCs também têm origem nesse problema. Daí a importância do diagnóstico para controlar esse mal.

Diagnóstico da Pressão Alta

O diagnóstico da pressão alta não e difícil de ser realizado. A medição da pressão arterial no consultório médico ou no ambulatório é capaz de identificar o problema. Porém, é preciso que os profissionais de saúde estejam atentos a quadros mascarados de hipertensão.

Isso porque a pressão arterial pode elevar em algumas circunstâncias, o que inclui a presença do médico, problema chamado de pressão do avental branco. Isso acontece porque o paciente manifesta sintomas físicos de desconforto e ansiedade na presença do médico.

Então, para averiguar melhor cada caso pode ser preciso fazer a medição também na casa do paciente. E ainda é possível monitorar a pressão do paciente ao longo de 24 horas com auxílio de um aparelho específico.

De toda forma, valores elevados e sintomas relatados pelo paciente são suficientes para que o médico diagnostique a hipertensão.

Tratamento da Pressão Alta

O tratamento da pressão arterial alta é feito por meio da ingestão de medicamentos que ajudem a manter a estabilidade orgânica. Esses remédios ajudam a relaxar as artérias e promovem a vasodilatação, para que o sangue flua livremente.

Eles também podem ter ação diurética, estimulando a micção para que o organismo elimine o excesso de sódio por meio da urina. Assim não há retenção de líquidos, problema que também ajuda a elevar a pressão arterial.

O ideal é que somado ao uso do medicamento o paciente mude alguns hábitos e comportamentos para estimular positivamente seu organismo. É importante:

Dessa maneira o paciente desfruta de maior qualidade de vida melhorando seu quadro de saúde e mantendo a estabilidade da pressão arterial.

Prevenção da Pressão Alta

Para algumas pessoas a pressão alta é um problema de família, mas mesmo nesses casos é possível evitar que o quadro se manifeste, Para isso basta adotar medidas preventivas como:

E

Manter uma alimentação saudável

É essencial evitar alimentos gordurosos, ricos em sódio, industrializados, frituras, entre outros, dando preferência para aqueles naturais, carnes magras, produtos integrais, e ainda ingerindo bastante água.

E

Sair do sedentarismo

O sedentarismo faz com que o corpo acumule reservas de energia em forma de gordura, e ela se deposita também nas artérias. A prática de exercícios é fundamental para eliminar a gordura e estimular a circulação do sangue e o sistema linfático.

E

Evitar o tabaco

As toxinas presentes no cigarro enrijecem a artérias e interferem na circulação sanguínea, aumentando a pressão arterial e contribuindo para a alta do colesterol.

E

Fazer checkups

Os checkups anuais nos ajudam a saber o que se passa em nosso organismo, e são importantes para verificarmos se as taxas de colesterol, de glicose, triglicerídeos, e outros estão dentro da normalidade. Quando não, é possível adotar medidas para evitar que o quadro se agrave.

Os descuidos com a saúde são as principais causas da pressão alta, por isso, quando modificamos hábitos e comportamentos nocivos conseguimos, também, reduzir as chances de desenvolvermos a pressão alta.

Entre em contato conosco

Entre em contato conosco

WhatsApp chat