Endocardite

Endocardite

O que é Endocardite?

A endocardite é conhecida como infecção no endocárdio ou revestimento interno do coração, que ocorre quando bactérias ou fungos chegam ao coração por meio da circulação sanguínea, provocando diversas complicações.

As bactérias transmitidas têm origem em outras partes do corpo, como a boca, o trato urinário e o intestino. Quando chegam ao local, esses microrganismos se multiplicam e formam “vegetações”, que são estruturas constituídas por restos celulares, plaquetas e fibrinas (proteína ligada à coagulação do sangue), comprometendo o funcionamento do coração.     

Causas da Endocardite

Entre as principais causas da endocardite está a presença de bactérias na circulação sanguínea e lesões que acometem a parte interna do coração, atingindo principalmente suas válvulas. Os microrganismos se instalam nessas lesões através do sangue.

Além de lesões, a circulação de bactérias pode acontecer também por meio de:

  • Inflamações ou infecções nos dentes ou gengiva;
  • Doenças de pele;
  • DST´s;
  • Inflamações no intestino;
  • Compartilhamento de agulhas e seringas;
  • Intervenções médicas ou odontológicas.

É importante lembrar que pessoas que já possuem algum tipo de problema cardíaco têm uma probabilidade maior de desenvolver a doença.

Fatores de risco

Pessoas com problemas nas válvulas cardíacas, problemas nos dentes e gengiva, ou com históricos de uso de substâncias injetáveis, sempre estarão mais propensas a desenvolver a endocardite de forma mais grave.

Sintomas da Endocardite

Os sintomas da endocardite surgem lentamente com o passar do tempo, e dependem muito do grau de intensidade que o problema apresenta. Por conta disso, na maioria das vezes, eles são bem difíceis de identificar. Entre os mais comuns estão:

  • Pele pálida;
  • Suor excessivo;
  • Mal estar;
  • Náuseas;
  • Diminuição de apetite;
  • Febre persistente;
  • Calafrios,
  • Pernas e pé inchados.
  • Falta de ar.

Em algumas situações da doença, podem surgir alguns outros sintomas, como a perda de peso, sangue na urina e aumento de sensibilidade do lado esquerdo do abdômen. Porém, todos estes sintomas poderão variar de acordo com as causas da doença, portanto, sempre que surgir a suspeita de um problema relacionado ao coração, deve-se procurar imediatamente o cardiologista.

Diagnóstico da Endocardite

Para diagnosticar a doença, são realizados exames de sangue, que verificam a existência de bactérias, sendo coletadas três ou mais amostras num mesmo dia. Normalmente, esses exames são feitos em pacientes que apresentam anormalidades cardíacas, para confirmar as bactérias antes de indicar o tratamento.

Também pode ser feito um ecocardiograma. Este exame utiliza ondas de ultrassom, que produzem imagens para visualizar as vegetações nas válvulas cardíacas e os danos no coração.

Tratamento da Endocardite

Existem várias formas de tratar a endocardite. Geralmente, o tratamento é realizado com antibióticos e antifúngico, em doses elevadas por via venosa, de 4 a 6 semanas. Para que os sintomas sejam aliviados, são recomendados anti-inflamatórios e remédios para a febre.

Em casos onde ocorre destruição da válvula cardíaca por conta da infecção, pode ser necessária a intervenção cirúrgica, responsável por trocar a válvula danificada por uma prótese, sendo ela metálica ou biológica.

Quando a doença não é tratada rapidamente, ela pode originar outros tipos de complicações, como insuficiência cardíaca e acidente vascular cerebral (AVC), por exemplo.  

Entenda melhor a Insuficiência Renal no vídeo abaixo:

 

Prevenção da Endocardite

Para reduzir o risco de desenvolver a endocardite, os cuidados com a higiene bucal são fundamentais. Outra recomendação importante é evitar procedimentos que possam desencadear algum quadro de infecção, como tatuagens e piercings, ou o uso de substâncias injetáveis.

 

dr-augusto-scalabrini-assinatura crmdr-augusto-scalabrini-line assinatura

Dr. Augusto Scalabrini – CRM 31.732

Médico cardiologista formado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, e coordenador do Laboratório de Habilidades e Simulação da Faculdade Ciências Médicas de Minas Gerais.

dr-augusto-scalabrini-line assinatura

Entre em contato conosco

WhatsApp Agende sua Consulta