Arritmia cardíaca

Arritmia cardíaca

O que é Arritmia cardíaca?

Para que o coração possa bombear o sangue para todo o organismo, ele recebe impulsos elétricos em um determinado ritmo, de forma que a frequência contínua e adequada seja mantida. Em um indivíduo normal em repouso considera-se de 50 a 100 batimentos cardíacos por minuto. Porém, quando acontece a arritmia cardíaca, esse número pode ser maior ou menor, dependendo do problema apresentado.

A arritmia, portanto, consiste em uma alteração no ritmo das batidas cardíacas. Quando esse problema se manifesta, o sangue pode não chegar em quantidade suficiente para todos os órgãos, ou sofrer uma sobrecarga do músculo cardíaco em função das batidas muito aceleradas.

A gravidade da arritmia é variável, sendo que algumas podem ser controladas facilmente com o uso de medicamentos e a prática de atividades físicas. Entretanto, existem casos graves em que a irregularidade dos batimentos cardíacos tem como consequência outras situações de muita gravidade, como parada cardíaca ou a morte súbita.

A arritmia pode estar associada a outra doença cardíaca, manifestando-se através de seus sintomas, mas também pode aparecer de forma isolada, como uma patologia. Inclusive até mesmo pessoas saudáveis podem apresentar essas alterações do batimento cardíaco.

Os tipos mais comuns de arritmia cardíaca são:

E

Bradicardia

O coração bate devagar, com menos de 50 batimentos por minuto. Assim, o organismo não recebe os nutrientes e oxigênio suficientes para trabalhar de forma adequada.

E

Fibrilação atrial

Esse problema se caracteriza por batimentos irregulares e muitos rápidos das câmaras superiores do músculo cardíaco. É causado por distúrbios elétricos nos átrios.

E

Fibrilação atrial

É semelhante à fibrilação atrial, porém, no caso do flutter os batimentos do coração são regulares, ou seja, mais rápidos do que o normal.

E

Taquicardia atrioventricular por reentrada nodal (TRN)

A frequência cardíaca fica mais elevada porque os impulsos elétricos que desencadeiam os movimentos do coração percorrem dois caminhos diferentes, então, acontecem batimentos extras.

E

Taquicardia ventricular

É considerada como um distúrbio grave dos batimentos cardíacos porque, neste caso, ele pode pulsar até 400 vezes por minuto. O músculo nem mesmo chega a se contrair, porque o estímulo elétrico é contínuo e ele permanece como se estivesse tremendo.

Causas da Arritmia cardíaca

Como dito, a arritmia pode ser uma manifestação secundária decorrente de outros problemas cardíacos já existentes, porém, ela também pode ocorrer de forma isolada. Existem diversas causas para que os batimentos cardíacos se tornem irregulares, sendo algumas delas:

É válido lembrar que, por existirem diferentes tipos de arritmia cardíaca, ela é originada por causas distintas. A idade avançada, por exemplo, está mais relacionada com a fibrilação atrial. Já a incidência de doenças do coração pode provocar qualquer uma das arritmias, dependendo das alterações que o problema causa no músculo cardíaco e suas estruturas.

Sintomas da Arritmia cardíaca

A arritmia cardíaca desencadeia diversas manifestações diferentes que podem ocorrer tanto quando o indivíduo está em repouso, como também após algum esforço físico. Nos casos mais graves, até mesmo atividades com menos impacto causam alterações no batimento cardíaco. Alguns sintomas que podem ser identificados nos pacientes são:

  • Pulso acelerado;
  • Palpitação cardíaca;
  • Sensação de fraqueza;
  • Dor no peito;
  • Cansaço;
  • Falta de ar;
  • Tontura;
  • Sensação de nó na garganta;
  • Mal-estar;
  • Sonolência;
  • Sudorese;
  • Irritabilidade;

Outros sintomas também se manifestam em casos mais específicos, sendo:

  • Alterações visuais;
  • Inchaço dos membros;
  • Aumento da frequência urinária;
  • Desconforto abdominal.

Diagnóstico da Arritmia cardíaca

O diagnóstico da arritmia cardíaca é feito por um médico cardiologista, que faz uma avaliação do histórico do paciente, analisa os sintomas e solicita exames. São eficazes para diagnosticar essa condição os seguintes procedimentos:

  • Eletrocardiograma;
  • Holter 24 horas;
  • Estudo eletrofisiológico (ETS);
  • Este ergométrico;
  • Tilt test.

Não é necessário que o paciente realize todos esses exames para chegar ao diagnóstico da arritmia. O método é definido pelo médico dependendo das suspeitas clínicas, ou da necessidade de cada paciente.

Incidência da Arritmia cardíaca

A arritmia cardíaca é um problema que pode se manifestar em pessoas de qualquer faixa etária, até mesmo recém-nascidos estão sujeitos a esse tipo de complicação no funcionamento do coração.

Existe a estimativa de que cerca de 2 milhões de brasileiros sofram de arritmia, sendo que uma grande preocupação são os casos de morte súbita, que ocorrem em função da irregularidade dos batimentos cardíacos.

Cerca de 250 mil pessoas morrem função dessa complicação, o que representa uma morte a cada 2 ou 5 minutos. Esse problema também não é específico de um determinado gênero, pois homens e mulheres são propensos.

Tratamento da Arritmia cardíaca

O tratamento da arritmia cardíaca é feito de forma personalizada, com base no tipo da doença gravidade e a necessidade de cada paciente. Ele pode ser realizado por meio da mudança no estilo de vida, uso de medicamentos, marca-passo ou por cirurgia de ablação.

É muito importante realizar o tratamento rigorosamente, conforme indicado pelo médico. Isso porque alguns tipos de arritmia cardíaca são muito graves e podem matar. De toda forma, o indivíduo necessita de acompanhamento durante toda a sua vida.

Prevenção da Arritmia cardíaca

A melhor forma de prevenir a arritmia cardíaca é mantendo um estilo de vida saudável, e controlando o estado psicológico, para evitar situações de estresse e ansiedade. Entretanto, como esse problema também pode ser de origem congênita, há situações em que não é possível evitá-lo.

Sendo assim, é fundamental manter um acompanhamento médico regular desde o nascimento, para que essa e outras condições sejam diagnosticadas precocemente. Dessa forma, fica mais fácil adotar o procedimento adequado para tratar o paciente e garantir-lhe mais qualidade de vida.

Entre em contato conosco

WhatsApp chat