Doenças Cardiovasculares Autoimunes

Arritmia Cardíaca: Tratamento

Quando falamos sobre doenças cardiovasculares é muito comum que elas sejam associadas a uma alimentação desequilibrada e um estilo de vida prejudicial para a saúde. Entretanto, problemas do coração ocorrem por causa de diversos fatores.

A má formação do órgão, herança genética e neoplasias são alguns deles, que também podem provocar esse tipo de problema. Mas não é só isso, porque eles também podem estar associados a outras doenças, que acabam causando impactos negativos para o coração e o sistema circulatório.

Um exemplo disso são as doenças autoimunes. Você sabia que pessoas que apresentam esse tipo de quadro estão mais suscetíveis a desenvolverem complicações cardiovasculares? Continue lendo este artigo porque explicaremos para você como isso ocorre.

O que são as doenças autoimunes?

O nosso organismo possui mecanismos de defesa para combater agentes infecciosos que venham invadir o corpo. São células encarregadas de desativar, digamos assim, agentes patógenos que poderiam causar doenças.

Elas são chamadas de anticorpos e, em sua “programação”, estão aptas para reconhecer aquilo que faz parte do organismo e o que não deveria estar ali. Quando encontram um invasor, os anticorpos se encarregam de impedir que ele se espalhe. É assim que impedem uma doença de se manifestar.

Porém, pode acontecer de ocorrer um erro nessa programação e as células de defesa do corpo ficarem confusas. Elas não entendem mais a diferença entre aquilo que faz parte do organismo e o que o está invadindo. Com isso, atacam outras células saudáveis, causando prejuízos para os tecidos e os órgãos.

Algumas doenças autoimunes são:

  • lúpus;
  • polimiosite;
  • artrite reumatoide;
  • esclerodermia;
  • esclerose sistêmica;
  • síndrome de Kawasaki, entre muitas outras.

Em todas essas condições o organismo da pessoa agride a si mesmo sem saber que está fazendo isso.

Qual é a relação desses problemas com as doenças cardiovasculares?

Como dito, quando uma pessoa é portadora de doença autoimune os anticorpos que possui atacam as células saudáveis do corpo. Como eles entendem que elas são invasoras, promovem alterações que levam a lesões teciduais.

Um dos órgãos afetados por anticorpos é o coração. Essas células causam danos para as artérias e acabam ocasionando as doenças cardiovasculares autoimunes secundárias. Isso porque, ainda que o indivíduo tenha um sistema cardiovascular saudável, ele pode ficar comprometido por causa da doença autoimune.

Diversos tipos de anticorpos podem atuar dessa forma desordenada. Isso varia em função do tipo de doença que a pessoa tem, e que leva ao desenvolvimento das complicações cardíacas. Ou seja, vários problemas podem ocorrer, sendo que eles mostram-se mais recorrentes em pacientes portadores do mesmo tipo de doença autoimune.

Algumas das complicações que podem acometer esses pacientes são:

  • bloqueio atrioventricular;
  • distúrbios de condução cardíaca;
  • miocardite;
  • endocardite;
  • lesões coronárias;
  • aortite;
  • arterite coronária;
  • aneurisma coronário;
  • fibroelastose endomiocárdica;
  • reação eosinofílica granulomatose;
  • pericardite difusa;
  • estenose coronária;
  • isquemia miocárdica;
  • infarto do miocárdio;
  • insuficiência cardíaca; entre outras.

É possível evitar essas complicações?

Todos os pacientes portadores de doenças autoimunes precisam de acompanhamento médico constante. Isso porque, como o corpo se auto agride, é fundamental que essa condição seja controlada para prevenir as complicações.

Nesse caso, a única forma de evitar as doenças cardiovasculares autoimunes é procurando elevar a qualidade de vida desses pacientes. Isso exige tanto o uso de medicações como a realização de exames constantes e aplicação de procedimentos para controle do quadro clínico.

Como muitas doenças autoimunes ainda não têm uma causa exata definida, é um pouco mais difícil fazer a sua prevenção. Sendo assim, o ideal é manter um estilo de vida saudável e fazer o acompanhamento médico para verificação da saúde.

Veja também: Formas de prevenção, de doenças cardiovasculares.

As doenças cardiovasculares autoimunes ainda estão sendo estudadas para que a medicina possa entender melhor a sua dinâmica e desenvolver um tratamento mais eficaz. De toda forma, é fundamental fazer o controle desses quadros para minimizar ao máximo outras complicações que venham comprometer a saúde e a vida dos pacientes.

Entre em contato conosco

Entre em contato conosco

WhatsApp Agende sua Consulta